Visite nossa loja

Clique Aqui

8 de maio: Dia Mundial de Combate ao Câncer de Ovário

0

Dia 8 de maio é o Dia Mundial do Combate ao Câncer de Ovário, e aproveitando esta data, hoje o IAVB vai abordar um pouco mais sobre o assunto. A melhor forma de detectá-lo precocemente é ir ao ginecologista periodicamente, que pedirá o ultrassom transvaginal, que ainda é o mais eficiente dos exames.

O desenvolvimento deste câncer ocorre, na maioria das vezes, de forma silenciosa. Grande parte dos tumores só apresenta sintomas quando atinge a fase avançada. Os mais característicos são alterações urinárias, gases, irregularidades menstruais e dor pélvica.

Entre 10 a 15% dos casos dos tumores ovarianos, que são mais comuns em mulheres acima de 40 anos (pós-menopausa), apresentam componente genético e/ou familiar, com mutações de grande risco dos genes  BRCA1 e BRCA2. Outras razões estão ligadas à endometriose, obesidade, menopausa tardia e nuliparidade ( quando a mulher não tem filhos biológicos).

Segundo o Inca (Instituto Nacional do Câncer), a estimativa para este ano é de 6.150 novos casos.  Quando está em estágio mais avançado, a tomografia é utilizada para ver se o câncer já se espalhou. A cirurgia é realizada para mostrar a fase em que a doença se apresenta e o diagnóstico histopatológico direciona o melhor tratamento para controle.

Ele é considerado o tumor ginecológico mais difícil de ser diagnosticado e de menor chance de cura. Isto acontece porque mais de 70% dos casos já estão em estágio avançado, quando a doença atingiu outros órgãos.

Fonte: Globo 

Compartilhar.

Deixar um comentário