Visite nossa loja

Clique Aqui

Amamentar reduz o risco de câncer de mama

0

Estamos na Semana Mundial da Amamentação. A data é comemorada desde 1992 em mais de 150 países, por iniciativa da World Alliance for Breastfeeding Action (WABA) – Aliança Mundial para Ação em Aleitamento Materno. Além de todos os benefícios ao bebê, amamentar também traz vantagens para as mulheres.

De acordo com 47 estudos epidemiológicos de 30 diferentes países, incluindo mais de 140.000 mulheres, a cada 12 meses de amamentação, há redução de 4,3% no risco de câncer de mama.

Uma pesquisa realizada na Austrália, e publicada no American Journal of Clinical Nutrition, também relacionou a amamentação a diminuição do risco de câncer de ovário.

Os estudiosos australianos compararam 493 mães diagnosticadas com câncer de ovário com 472 mulheres saudáveis e com filhos. Verificavam que quanto mais as crianças mamavam, maior era o benefício para as mães. As que amamentaram por quase três anos ou mais o(s) filho(s) diminuíram em 91% as chances de ter um tumor nos ovários. Mesmo as que nutriram com leite materno o bebê por menos tempo (até 13 meses) alcançaram menor probabilidade (63%) de desenvolver câncer de ovário.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) alerta que o ideal é o aleitamento materno exclusivo até os seis meses e complementar à alimentação até os dois anos de vida ou mais. O leite materno contém todos os nutrientes necessários ao bebê, além de anticorpos fundamentais para essa fase inicial da vida.

Compartilhar.

Deixar um comentário