Visite nossa loja

Clique Aqui

Diagnóstico molecular: nova estratégia de tratamento do câncer de mama

0

Um novo tipo de exame molecular que promete mudar as estratégias no tratamento do câncer foi desenvolvido no Rio de Janeiro. A metodologia pretende identificar quais genes estão ativos nos tumores, mesmo que não sejam eles próprios a origem da doença. Com isso, os criadores do teste esperam reduzir efeitos colaterais e aumentar as chances de cura e sobrevida dos pacientes.

Resultado do trabalho de pesquisadores do Centro de Desenvolvimento Tecnológico em Saúde (CDTS/Fiocruz), o diagnóstico molecular será testado em pacientes por meio de uma parceria com o hospital A.C. Camargo Cancer Center, em São Paulo. Na primeira etapa do trabalho, apenas o câncer de mama estará em estudo, entretanto, os pesquisadores já afirmaram que essa metodologia pode ser empregada para analisar qualquer tumor sólido, além de doenças associadas ao envelhecimento, como o mal de Alzheimer.

O teste é personalizado, traçando um perfil do tumor específico da paciente. Revela, também, informações que podem auxiliar os médicos a avaliarem que combinações de medicamentos uma determinada paciente deve tomar. Os pesquisadores defendem que quanto mais particularizado o tratamento, maior a eficiência e menor o risco de efeitos colaterais, visto que se reduz a possibilidade de receitar medicamentos que não trarão benefícios.

No Brasil, ninguém sabe ao certo quanto custa um paciente com câncer, uma doença cara. Mas se sabe que 80% deles se tratam no Sistema Único de Saúde (SUS) porque não conseguem arcar com os custos do tratamento. Por isso, encontrar formas de reduzir sofrimento e também os custos é extremamente importante para a saúde pública.

Compartilhar.

Deixar um comentário