Visite nossa loja

Clique Aqui

Grande parte das mulheres com tipo mais comum de câncer de mama pode evitar quimioterapia

0

Um estudo, publicado na revista “New England Journal of Medicine” e  divulgado este mês na reunião anual da Sociedade Americana de Oncologia Clínica em Chicago, comprovou que grande parte das mulheres com tipo mais comum de câncer de mama podem evitar a quimioterapia dependendo da pontuação em um teste genético.

A pesquisa reuniu mais de 10 mil mulheres e deu enfoque naquelas em que a pontuação ficou entre 11 e 25. As pacientes, de 18 a 75 anos, foram selecionadas aleatoriamente para se submeterem a quimioterapia e terapia hormonal, ou apenas terapia hormonal. Os pesquisadores analisaram se houve reincidência, e, além disso, a sobrevivência das pacientes.

Em toda a população estudada, e, principalmente, entre mulheres de 50 a 75 anos, não houve diferença significativa entre os grupos com e sem quimioterapia.

Os resultados finais apontaram que todas as mulheres com mais de 50 anos e pontuação de 0 a 25 podem evitar a quimioterapia e seus efeitos colaterais tóxicos.

Entre as mulheres com menos de 50 anos e pontuação de 0 a 15, a quimioterapia também poderia ser omitida. No entanto, entre as mais jovens com pontuação de 16 a 25, os resultados foram levemente superiores no grupo da quimioterapia. O estudo poderá ter um grande impacto entre os médicos e pacientes, já que é uma esperança para reduzir a terapia tóxica.

Fonte: IstoÉ

Compartilhar.

Deixar um comentário