Visite nossa loja

Clique Aqui

Senado aprova projeto que obriga SUS a fazer cirurgia de simetrização das mamas

0

O Senado aprovou na última quarta-feira (1º de novembro) um projeto de lei que obriga o Sistema Único de Saúde (SUS) a fazer a simetrização mamária gratuita em casos de mutilação decorrente de tratamentos de câncer de mama. A novidade em relação à lei em vigor é que a plástica deverá ser feita nas duas mamas, mesmo se o tumor se manifestar em apenas uma, garantindo assim a simetria.

A senadora Marta Suplicy – que elaborou o projeto – lembrou que quando apenas uma mama é afetada pelo câncer, somente ela pode ser reconstruída. Por isso o substitutivo opta pelo termo “simetrização” em vez de “reconstrução”.

O novo projeto observa que “a mama reconstruída nunca será igual à mama removida. Por isso, os procedimentos de aumento, elevação ou redução devem ser indicados para a outra mama”.

Além do SUS, a emenda estende a obrigação da reconstrução das duas mamas aos planos privados de saúde. A proposta inicial mencionava apenas procedimentos gratuitos no âmbito do Sistema Único de Saúde .

O substitutivo ainda garante que os procedimentos na mama contralateral e as reconstruções do mamilo façam parte do tratamento visando à reconstrução mamária. Assim, fica eliminada qualquer discussão sobre o efetivo direito dessas mulheres.

Como foi alterada no Senado, a proposta será votada em turno suplementar na próxima semana.

Estamos na torcida!

Compartilhar.

Deixar um comentário