Visite nossa loja

Clique Aqui

SUBSTÂNCIAS ANTICANCERÍGENAS PRESENTES NOS ALIMENTOS

4

Uma pesquisa do Fundo Mundial de Pesquisas sobre o Câncer (World Cancer Research Fund) e publicada no British Medical Journal concluiu que dietas ricas em frutas e vegetais, e limitadas em carne são protetoras contra câncer de mama, próstata, intestino e outros tipos de câncer.
Um estudo da Universidade de Minnesota, nos Estados Unidos, por exemplo, concluiu-se que o sulforafane, presente na família dos crucíferos como couve, brócolis e repolhos, é capaz de brecar o avanço do câncer colorretal em animais de laboratório. Já em Taiwan, cientistas da Universidade Nacional Chung Hsing testaram o licopeno em animais, nos quais provocaram de propósito um câncer de fígado igual ao que acomete os seres humanos. O resultado? O pigmento que dá o tom vermelho ao tomate e a frutas como a goiaba simplesmente barrou a temida metástase, ou seja, impediu que as células malignas se espalhassem pelo corpo.
O tomate possui ação anticancerígena devido à presença de licopeno. O ômega 3 presente em alimentos como peixes de água fria, linhaça, azeite e espinafre também tem ação anticancerígena. Outros alimentos que podemos destacar são: brócolis, uva, laranja, morango, soja e chá-verde.
Fonte: Portal de Saúde da Abril
http://saude.abril.com.br/edicoes/0298/nutricao/conteudo_278760.shtml
Frutas Vermelhas
Um artigo do jornal americano Journal of Agricultural and Food Chemistry mostra que as propriedades anticancerígenas de frutas como morango e framboesa neutralizam, reduzem e reparam as consequências da ação oxidativa do estresse e de inflamações.
Amora, framboesa e morango contêm ácido elágico, que evita o envelhecimento precoce das células e a formação de tumores, segundo pesquisa da Universidade de Brasília publicada em 2006. Além disso, essas frutas têm flavonóides, com propriedades antiinflamatórias, antialérgicas e anticancerígenas. Nesse grupo, Jocelem Salgado, presidente da Sociedade Brasileira de Alimentos Funcionais, destaca o mirtilo, que ajuda a reverter o declínio das funções cerebrais e previne cataratas e glaucoma.
Framboesa, amora, mirtilo (blueberry) são consideradas uma fonte riquíssima de vitamina C, flavonóides, ácido elágico, fibras e outros antioxidantes (substâncias que ajudam na proteção das células do corpo contra os danos cumulativos), que evitam o aparecimento de diversos tipos de câncer, em especial os de cólon, esôfago, pele, bexiga, pulmão e mama.
http://planetasustentavel.abril.com.br/noticia/saude/conteudo_238080.shtml

Fonte: Portal Planeta Sustentável
Uvas
Fruta abundante em antioxidantes, em especial o resveratrol. Pesquisas científicas identificaram que o resveratrol tem a capacidade de impedir que células cancerosas desenvolvam-se na mama, fígado, estômago e sistema linfático. A maior fonte de resveratrol encontra-se na casca da uva. Outro ponto importante: uvas vermelhas são muito mais ricas em resveratrol do que as uvas verdes.
Brócolis
São vegetais crucíferos, da mesma família da couve-flor, repolho, couve e couve de Bruxelas. Pesquisas descobriram que os vegetais desta família são ricos em isotiocianatos que regulam um complexo sistema enzimático que protegem as células no nosso corpo contra o câncer de estômago, boca, faringe e laringe (garganta) e esôfago.
Alho e cebola
O consumo da dupla pode diminuir em até 30% as chances de câncer de próstata, de acordo com estudo publicado pelo Instituto Nacional do Câncer dos Estados Unidos (NCI). Meia cebola ou dois dentes de alho por dia garante a quantidade desejável.
Nos Estados Unidos, o Instituto Nacional do Câncer estabelece uma relação entre o consumo de alho e a diminuição do risco de câncer de estômago, esôfago, pâncreas e mama.
Tomate
O fruto é rico em licopeno, substância de alto poder antioxidante. Essa proteção pode diminuir em até 33% as chances de desenvolvimento de tumores na próstata, segundo estudo feito pela Universidade de Harvard. Mas o organismo só consegue absorver o licopeno de alimentos cozidos – o estudo americano mostrou que homens com mais de 50 anos, habituados a consumir molho de tomate ou catchup mais de 10 vezes por semana, podem diminuir em até 50% as chances da doença.
Azeite de oliva
Estudos da Universidade de Northwestern (EUA) apontam: uma das propriedades do óleo é capaz de danificar o gene cancerígeno responsável por 25% a 30% de todos os cânceres de mama.
Chá-verde
O centro japonês de pesquisa Saitama Cancer Center Institute revela: além do câncer, o chá também previne doenças cardiovasculares
Cúrcuma
Estudos com ratos mostram que a planta (também conhecida como açafrão-da-terra) pode inibir a proliferação de células cancerígenas.
Cacau
“Contém polifenóis, componentes com ação antioxidante e capazes de proteger as células do organismo”, afirma Roseli Ueno Ninomiya, nutricionista da USP.

Fonte: M de Mulher – Abril
Jornal Daily Mail
http://mdemulher.abril.com.br/saude/reportagem/vida-saudavel/alimentos-previnem-cancer-viva-546993.shtml
http://www.dailymail.co.uk/health/article-1205186/Eat-way-healthy-prostate.html#ixzz0Nw1XMdai

O Café
O café pode proteger as mulheres de uma forma agressiva de câncer de mama, especialmente se tomadas cinco ou mais xícaras ao dia, de acordo com pesquisa divulgada pela publicação “Breast Cancer Research”.
As mulheres que bebem bastante café têm possibilidades menores de desenvolver o chamado câncer de mama com receptores de estrogênios negativos, que não respondem a certos fármacos, por isso que a quimioterapia é geralmente a única opção.
Por este estudo, feito por analistas do Instituto Karolinska de Estocolmo, as mulheres que tomam muito café têm possibilidades menores de desenvolver o câncer do que aquelas que bebem pouco.
Fonte: Estadão
http://www.estadao.com.br/noticias/vidae,cafe-pode-proteger-mulheres-de-forma-agressiva-de-cancer-de-mama,717751,0.htm
Vitamina D

Alimentos ricos em vitamina D combinados à exposição solar podem reduzir risco de ter câncer de mama
Cientistas do Centro de Investigação em Epidemiologia e Saúde da População acompanharam 67.721 pessoas do sexo feminino entre 41 e 72 anos ao longo de uma década. Suas dietas e os níveis de raios ultravioletas de onde viviam foram levados em consideração. Até o fim do período de análise, 2.871 desenvolveram a patologia.
A equipe constatou que habitar regiões com maiores níveis de raios UV está associado a uma probabilidade menor (de quase 10%) de ter o problema em comparação com quem está em locais com taxas menores de UV. Mas o maior efeito protetor foi observado na associação de elevada radiação ultravioleta e mais consumo de vitamina D (alimentos ou suplementos). As chances são até 43% menores. Dieta rica em vitamina D, mas sem sol, não trouxe benefícios
O pesquisador Pierre Engel disse ao jornal Daily Mail que é importante lembrar do crescimento do risco de câncer de pele ao mencionar o sol. Mas afirmou que acredita que o aumento dos níveis de vitamina D por exposição razoável ao sol (tomando as precauções necessárias) e alimentos específicos deva ser incentivado.
Testes sugerem que a vitamina D possa ter uma série de efeitos anticâncer, como retardar a propagação das células doentes. O levantamento mostrou que cerca de 45% da vitamina D referente à alimentação das voluntárias veio de peixes e frutos do mar, 16% de ovos, 11% de produtos lácteos, 10% de óleos e margarinas, e 6% de bolos.
São fontes naturais de vitamina D: óleo de fígado de peixe, peixes gordurosos (salmão, bagre, sardinha, atum, cavalinha), cogumelos e ovos.

Fonte: Portal Terra
http://saude.terra.com.br/noticias/0,,OI4842636-EI16557,00-Vitamina+D+e+Sol+diminuem+risco+de+cancer+de+mama.html

Compartilhar.

4 Comentários

  1. muito importante esse estudo e maravilhosa a iniciativa de repassar essas informaçoes para a populaçao.Esse estudo deveria ser mais divulgado pela sua importancia.

    • Olá Jaira,

      muito obrigada pelo comentário. Continuaremos sempre nos empenhando para ajudar mais e mais mulheres.

      Você já viu nossa nova campanha contra o câncer de mama? É muito bacana e incentiva as pessoas a praticar atividades físicas (que é uma das maiores aliadas na prevenção e tratamento da doença). Dê uma olhadinha e repasse para suas amigas.

      Att,
      Caroline Leocadio

  2. BOM DIA, PARABENS PELO ESTUDO, GOSTARIA DE SABER UMA COISA TIVE CANCER DE MAMA E AGORA VOU COMEÇAR A FAZER AS QUIMIOTERAPIAS, GOSTARIA DE SABER SOBRE A GRAVIOLA VCS PODEM ME DIZER ALGUMA COISA

Deixar um comentário